RESENHA | #Fui

10 janeiro


Fui amor a primeira vista, o avistei em um pratilheira da livraria Leitura próximo a porta de saída, estava solitário distante de alguns livros destacou-se pela sua cor, aquele azul piscina bem fofinho com as letras #fui brilhante e em alto revelo. Curtir de cara, mas não admiro um livro pela capa e sim pelo conteúdo, resolvi ler a sinopse e deparei-me com um leve sorriso canto de boca - Sim, vou levar! Disse para vendedora.

Cheguei em casa, tomei apenas um banho e logo em seguida entrei em um outro mundo - o mundo da Leitura... 

SINOPSE: Lully vai viajar! E não é uma viagem qualquer: ela vai passar quatro meses em um intercâmbio nos Estados Unidos e mal pode aguentar tanta ansiedade. Vai ser a primeira vez que ela vai passar tanto tempo longe de casa, ver neve e aproveitar todas as maravilhas que o País do Cheesebúrguer pode oferecer… A única parte difícil é esconder toda essa animação de seu namorado, Eric, que está compreensivelmente enciumado e nada satisfeito com o fato de a namorada ir viver tanta coisa nova longe dele. Logo nos primeiros dias em Lake Tahoe, Lully já descobre qual será sua rotina: MUITA neve no hotel onde vai morar, MUITA neve na estação de ski onde vai trabalhar e MUITA neve para gelar as cervejas das festas que os novos amigos não cansam de organizar. É tudo muito diferente da vida que levava no Brasil, mas, apesar de às vezes parecer difícil se adaptar, Lully está se dando muito bem. Mas isso é só até ela se ver obrigada a fazer uma escolha determinante para o resto de sua vida. A viagem acaba revelando o quanto suas certezas e seguranças podem ser frágeis, e que quem parte em uma grande jornada, dificilmente voltará a ser a mesma pessoa de antes…

Luly, uma jovem de 22 anos estudante de jornalismo que iria viajar, foi a um intercambio por quatro meses deixando pra trás o Rio de Janeiro, sua família, seus amigos e seu namorado. Luly seguiria para Tahoe na califórnia sozinha, principiante em viagens internacionais de longo prazo estava super ansiosa para viver nossas aventuras, mas preparada para o que der e vier.

Luly é pessoa que não se abala por qualquer coisa, tenta sempre ser forte. Nerd, é viciada por filmes, paranoica, neurótica mas nunca foge de obstáculos. Para Luly este intercambio mudará sua vida em muitos aspectos, conhecer novas pessoas e falar em um outro idioma trará um grande amadurecimento para si.

Mas os pensamentos estão a mil, mal pode conter a ansiedade mas prefere não demonstrar na frente de seu namorado que parece não esta curtindo muito a ideia, mas como um bom namorado dedicado aceita a decisção de sua amada sem hesitar. 

"...Você vai se ver diante de uma encruzilhada de três caminhos, Hécate e o caralho a quatro, porque tudo na vida é regra de três, e vai ter que tomar uma única decisão, mesmo que tenha que matar os outros dois destinos... com as próprias mãos. Essa decisão vai te tornar um assassino, querendo você ou não."

Chegando em Tahoe, aprendeu com cautela todos os costumes da cidade, viu a neve pela primeira vez e fez amigos incríveis com o passar dos dias e conquistou muito mais do que esperava.. Luly mudou muito desde à sua chegada, porém continuava sendo a mesma - maluquete, sorridente, estressada, chorona, nerd, apenas com um pitada de amadurecimento. 

"Ninguém controla a vida. A gente não controla nem as nossas escolhas. É tudo ilusão. Você pode achar que tem tudo arquitetado, mas, quando menos espera, a vida te dá um pescotapa pra mostrar quem manda. Aconteceu comigo, vai acontecer com você..."
A cada pagina eu me entregava literalmente em suas presepadas, vivenciei por diversas vezes momentos da historia, nunca tinha me identificado tanto com uma personagem, viajei varias vezes por tahoe, senti a neve, fui para as baladas e etc. sem precisar sair da minha cama. Me motivou, refletir sobre a minha vida em muitas ocasiões. 



Gostaram do post? Comente abaixo sua opinião. 
Beijos e até a próxima! 

você também vai gostar

4 comentários

  1. É maravilhoso quando um livro nos pega pela mão e leva por aí. Adoro a sensação de sair de mim e permanecer no mesmo lugar, de preferência. Nesse começo de ano li 'Mia Couto', Patti Smith' e 'Jane Austen'... todos são releituras, mas adorei mergulhar naquelas realidades de novo e ser tragada por esse halo de tempo e espaço.
    bacio cara mia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade minha querida. É muito bom pegar um livro e se aprofundar nas palavras e viajar sem ao menos sair do lugar.
      Beijos

      Excluir
  2. A capa desse livro é um amorzinho! Só por causa dela eu já fico com vontade de ler, mas depois de ler a sinopse fiquei um pouco mais curiosa, embora esse não seja exatamente o tipo de história que leio. Gostei de saber que vai se passar num lugar frio, pois eu amo frio *-*
    Adorei a sua resenha e a foto do livro com esse gatinho fofo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own *-* Obrigada pelo seu feedback e é uma gatinha, Athena rs
      Beijinhos

      Excluir

Obrigada por comentar.
Responderei em breve, por isso ative as notificações.

Heart Chat Bubble